CFP®
Professional
Magazine

ROlE PARA LER
INVESTIMENTO
TEMPO DE LEITURA
5 MIN.

Investimento responsável:
o papel dos Planejadores Financeiros

Andrea Masagão Moufarrege, CFP® Itau Asset Management - Client Solutions

Alexandre Gazzotti Itau Asset Management - Analista ESG

Eduardo Forestieri, CFP® Conselheiro de Administração da Planejar

O investimento responsável é uma filosofia de investimento que leva em conta questões ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG, do inglês environmental, social and governance) nos processos de avaliação de ativos e no comportamento como acionista. Os adeptos do investimento responsável incorporam tais questões às suas decisões para obter retornos mais ajustados ao risco de seus portfólios.

A avaliação dessas questões tem se mostrado cada vez mais relevante na antecipação de riscos e oportunidades relacionadas a temas complexos como mudanças climáticas, desmatamento, crise hídrica, segurança em barragens, corrupção e relacionamento com consumidores, além de tantos outros exemplos atuais e não menos importantes.

A adoção de práticas sustentáveis traz mudanças estruturais nos modelos de negócio das empresas. O mundo dos investimentos pressupõe que a relação de risco e retorno de cada ativo seja feita com perspectiva de prazo mais longo, em uma abordagem que se adéqua bastante ao novo ambiente de juros baixos no Brasil e no restante do mundo.

O total de recursos geridos profissionalmente no mundo seguindo estratégias de investimento responsável tem apresentado crescimento significativo. Pesquisa da Global Sustainable Investment Alliance, de 2018, identificou que o volume aderente a princípios de investimentos responsáveis na Europa, nos Estados Unidos, no Japão, no Canadá, na Austrália e na Nova Zelândia somados cresceu 34% de 2016 a 2018, totalizando mais de US$ 30 trilhões.

Snapshot of global sustainable investing assets, 2016-2018

Region
2016
2018
Europe
$ 12,040
$ 14,075
United States
$ 8,723
$ 11,995
Japan
$ 474
$ 2,180
Canada
$ 1,086
$ 1,699
Australia /
New Zealand
$ 516
$ 734
TOTAL
$ 22,838
$ 30,683

Note: Asset values are expressed in billions of US dollars. All 2016 assets are converted to US dollars at the exchange rates as of year-end 2015. All 2018 assets are converted to US dollars at the exchange rates at the time of reporting.

Fonte: http://www.gsi-alliance.org/wp-content/uploads/2019/03/GSIR_Review2018.3.28.pdf

Os investidores institucionais internacionais trabalham com horizontes de investimento muitas vezes superiores a 30 anos e inauguraram a inclusão de aspectos de sustentabilidade em seus processos de seleção de ativos. Parte do crescimento expressivo do volume sob gestão dedicado a investimentos responsáveis também pode ser explicada pela importância desse tema para as novas gerações. Os millennials, segmento da população nascido entre 1982 e 1998, aparecem nas pesquisas como particularmente dispostos a canalizar recursos privados para promover o bem-estar social e ambiental através de soluções inovadoras para problemas globais, como a escassez de recursos naturais e a desigualdade. Essa turma já consegue perceber a oportunidade em investimentos em inovações como “fazendas solares”¹, fabricantes de dispositivos que destilam água usando células que coletam energia solar para gerar eletricidade e produzem água no processo de evaporação. Eles já têm um olhar atento para a identificação de riscos relativos a ESG, evitando algumas alocações ou calibrando melhor o retorno requerido.

Resposta de questionário feito a millennials nos EUA

Fonte: Itaú BBA, CB insights, Innova Market Insights

Os dados para a população brasileira são menos objetivos, mas a tendência é também de maior sensibilidade e conhecimento por parte dos mais jovens. Nesse contexto, o planejador financeiro depara-se com um duplo desafio: educar o cliente de meia-idade e acompanhar o cliente millennial. O cliente de meia-idade que já acumulou patrimônio tem menos sensibilidade sobre a relevância de investimentos responsáveis e mais
dificuldade para visualizar os riscos vinculados a não considerar os aspectos ESG em suas escolhas de investimento. Já o millennial demanda novidades e produtos que tangibilizem suas crenças.

Gråfico Consciência ESG x Fases de vida

Adaptado do livro: Investimentos - Mauro Halfeld

O surgimento de novos produtos com foco em investimentos responsáveis requer um entendimento mais profundo para oferecer a recomendação mais adequada para cada perfil de investidor.

A educação continuada com acesso frequente a publicações, artigos e seminários é o caminho. Munido de mais informações, o planejador financeiro poderá questionar melhor os provedores de produtos sobre os aspectos ESG e exercer seu papel alavancador na disseminação das práticas de investimentos responsáveis.

O papel do planejador financeiro é essencial na sensibilização e informação de seus clientes, principalmente os de meia-idade, sobre o impacto que suas escolhas de investimento têm no legado que pretendem deixar na sociedade. Esse novo conhecimento aumenta ainda a possibilidade de surpreender esses clientes com oportunidades de investimento inovadoras que buscam, além de criar retorno, selecionar ativos que geram externalidades positivas no meio ambiente, na sociedade e no ambiente de governança das empresas.



Não sabe por onde começar?

Compartilhamos abaixo uma seleção de boas fontes de informação e convidamos todos a acompanhar os webinars e outras comunicações da Planejar sobre o tema:


https://www.nature.com/articles/s41467-019-10817-6

www.unpri.org

www.unpri.org/pri/what-is-responsible-investment

www.gsi-alliance.org

www.gsi-alliance.org/wp-content/uploads/2019/06/GSIR_Review2018F.pdf

www.ussif.org

www.eurosif.org

www.itauassetmanagement.com.br/content/dam/itau-asset-anagement/c ontent/pdf/white-papers/ESG%20na%20avalia%C3%A7%C3%A3o%20de%20empresas.pdf#v=11917

nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030

www.environmental-finance.com

www.ibgc.org.br

www.cdp.net/en

www.fsb-tcfd.org

www.ceres.org

CFP®
Professional
Magazine